Facebook Twitter
 
   
   
   
 
 
Notícias
 
Gostou? Compartilhe com seus amigos!            
 
Publicado em 09/11/2017, as 02:26:37
 
 

Bauru vence a segunda. Nesta quinta (9) tem estreia do Mogi/Helbor

O atual campeão brasileiro venceu Campo Mourão, ainda sem o técnico Demétrius Ferracciú. Nesta quinta-feira, enfrenta o Basquete Cearense

 
Victor Lira/Sendi/Bauru
Notícias
Rafael Hettsheimeir foi um dos destaques na segunda vitória do Sendi/Bauru na Liga Nacional
 

 

A equipe do Sendi/Bauru, atual campeã brasileira, jogando em Lencóis Paulista, cidade aproximadamente 50 quilômetros de Bauru, venceu Campo Mourão na noite desta quarta-feira (8) por 82 a 80 (37 a 36 no primeiro tempo). Foi a segunda vitória do time bauruense neste início da Liga Nacional. Na noite desta quinta-feira (9), às 20 horas, em Mogi das Cruzes, o Mogi/Helbor irá enfrentar o Solar Cearense.

No jogo desta quarta, o time de Bauru contou com o apoio da torcida de Lençóis, que lotou o ginásio Tonicão e vibrou com a vitória do Dragão.

 

Ainda substituindo o técnico Demétrius Ferracciú, que cumpriu nesta quarta o segundo dos três jogos de suspensão por incidentes na final do NBB 9, o auxiliar Hudson Previdelo destacou a postura do time.

“Essa edição do NBB, apesar de ainda estarmos na segunda rodada, vem mostrando um grande equilíbrio. Por isso, foi importante o time se defender bem e conseguir jogar diante de um adversário que exigiu muito e veio de uma vitória contra Franca, fora de casa, finalista do Paulista. Foi uma grande vitória e muito importante nessa reta inicial de temporada”, analisa.

Na vitória bauruense, os destaques foram o armador Kendall Anthony, mais uma vez cestinha do jogo pelo Dragão (17 pontos), Duda Machado, que anotou mais 16, e Rafael Hettsheimeir, que contribuiu com mais 15 pontos.

“Foi uma partida muito complicada, mas o time soube trabalhar em conjunto. Apesar da pouca diferença no placar final, tivemos domínio do jogo e merecemos a vitória”, destaca o armador norte-americano.

Para o ala/armador Duda Machado, apesar do time ainda não estar entrosado, vem mostrando evolução. “Eu não estou 100% ainda, estou conhecendo o time e o modo que jogamos. Mas, atuar com jogadores como os que o Bauru Basket tem, facilita. Tivemos uma partida difícil, mas soubemos nos defender bem nos momentos decisivos e sair com mais uma importante vitória”, diz.

A partida em Lençóis Paulista foi a segunda com seu mando que o atual campeão brasileiro fez longe do ginásio Panela de Pressão em virtude de punição imposta pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) da LNB (Liga Nacional de Basquete) por conta de incidentes durante as finais da última temporada.

Agora, o Sendi/Bauru segue para seis rodadas como visitante. O primeiro duelo será contra o Caxias, na próxima quarta-feira (15), contra o Banrisul/Caxias Basquete, no Ginásio Vasco da Gama, às 18h. Como ainda tem dois jogos a cumprir de gancho, depois dos seis compromissos fora, o time jogará contra Flamengo (21/12) e Minas (23/12) em local a ser definido.

O torcedor mogiano, que sempre lota o ginásio Hugo Ramos, promete lotar na partida contra o representante do Ceará. O técnico Guerrinha está animado para a partida de estreia.

“É um time experiente, que tem bons arremessadores, um jogo muito forte de rebote, com pivôs com características físicas e técnicas e é muito bem comandada pelo Alberto Bial. Ele passa muita emoção e tem um trabalho de comprometimento que passa para os jogadores uma responsabilidade muito grande para representar o Ceará na competição nacional. A gente tem um pouco mais de ritmo do que eles, porque disputamos o Paulista. Estaremos sem o Tyrone, mas esperamos que cada um jogue por um e meio, como a gente tem feito nos momentos de superação. Apesar de estreia ser complicada, a gente espera sair com uma vitória que será muito importante para a sequência do campeonato é importante não perder em casa”, ressalta Guerrinha.

 

Único jogador a participar de todas as cinco edições do NBB pela equipe, o ala Guilherme Filipin destaca que o grupo vem trabalhando forte para conquistar o tão almejado título nacional para a cidade. “Estou iniciando o meu sexto NBB por Mogi e quem está junto durante esse tempo sabe que cada um foi uma história de superação. Tivemos anos ruins e ótimos. Eu carrego essa experiência dos NBBs passados que vão ajudar muito neste ano. Queremos fazer a diferença neste e estamos trabalhando para isso, porque é o título que falta para a cidade e vamos buscar sim”, adverte o camisa 11 mogiano.

 
Fonte: FPB - Assessoria
 
 
+ Notícias  
 
Parceiros | Patrocinadores
Penalty   CBB
 
 
 
 
Assista os jogos do campeonato
A-1 Masculino 2017
AO VIVO.
 
 
FPB
 
© 1994-2017 - Todos os direitos reservados
Federação Paulista de Basketball
 
Rua Frei Caneca, 1407 - 4º Andar
São Paulo - SP - Brasil - Cep 01307-003
Fone: +55 (11) 2112-1900
Horário de Atendimento : De Segunda à Sexta-Feira das 13:00hs às 19:00hs